"Comunicando o amor de
Deus através da música!"

Imagem de São Vicente de Paulo é entronizada na matriz

04 MAI 2015
04 de Maio de 2015
A Paróquia Nossa Senhora de Fátima de Pouso Alegre (MG) realizou a entronização da imagem de São Vicente de Paulo na igreja matriz. O santo ganhou um nicho ao lado da porta principal do templo. A entronização aconteceu no final da Santa Missa do dia 30 de abril, primeira noite da Trezena em preparação para a festa da padroeira, Nossa Senhora de Fátima.

Durante toda a Celebração Eucarística, a imagem de São Vicente permaneceu sobre o altar central. Ao final da Missa, ela foi abençoada e conduzida pelos paroquianos até o local preparado para receber a imagem.
Após ser colocado no nicho pelos vigários, padre Adilson da Rocha e padre Leandro Luís Mota Ribeiro, os fiéis receberam do presidente da celebração, padre Jésus Andrade Guimarães, pároco da igreja de Nossa Senhora do Carmo, de Cambuí (MG), a benção final.

Muitos vicentinos participaram da Santa Missa e acompanharam a entronização da imagem. Ao colocar São Vicente de Paulo no interior da matriz, a Paróquia de Fátima presta homenagem a Sociedade São Vicente de Paulo e seus membros. 

O gesto é uma forma de gratidão pela estreita ligação entre a comunidade paroquial e os vicentinos que, em 1975, doaram o terreno onde hoje está a igreja matriz. Na época, existia uma capela dedicada a São Vicente. A pequena igreja foi demolida para dar lugar ao imponente templo conhecido por muitos como a "igreja redonda".


O Santo

São Vicente de Paulo é um dos grandes santos franceses. Nasceu em 1581 na França. Na infância, foi um simples guardador de porcos, o que não o impediu de ter uma brilhante ascensão na alta Corte da sociedade de sua época.

Aos 19 anos, foi ordenado padre. Ficou preso durante dois anos nas mãos dos muçulmanos, sendo posteriormente libertado pelo seu próprio "dono", convertido por ele ao cristianismo.

Liberto, Vicente se dedicou completamente a caridade. Ele fundou confrarias de homens e mulheres que ajudavam os pobres e grande número de doentes: A Confraria das Damas da Caridade, Os Servos dos Pobres, Os Padres da Missão, Os Padres Lazaristas e as Filhas da Caridade.

Vicente morreu em Paris em 27 de setembro de 1660 e foi canonizado pelo papa Clemente VII em 1737. Seu corpo permanece incorrupto, até hoje.


* Imagens: Gislaine Camilo/Pascom Fátima


Voltar